Política

Vereadores rejeitam projeto que ampliaria concorrência entre postos de combustíveis

O vereador reeleito Alexandre do Sindicato (PSD) lamentou a decisão da maioria na Câmara Municipal que esta semana reprovou um projeto de lei que, na prática, permitiria a ampliação da concorrência entre os postos de combustíveis da cidade, o que se mostra essencial para fragilizar o esquema de alinhamento de preços atualmente praticado.

Na prática, a proposta, que ainda receberia emenda de Alexandre, permitiria, por exemplo, a instalação de postos em atacadões e hipermercados, o que já ocorre em outros municípios, e que em Campina Grande acaba sendo inviabilizado por conta de normas que fixam padrões de distanciamento entre as unidades e supermercados.

Presidente da CPI dos Combustíveis, Alexandre do Sindicato já pontuou várias vezes que enxerga na ampla concorrência o mais forte elemento para quebrar os acordos espúrios celebrados pelos poucos grupos que dominam totalmente o segmento em Campina Grande.

Segundo ele, a instalação de postos em grandes redes do varejo seria fatal para qualquer esquema de cartel, mas a Câmara Municipal, ao rejeitar os projetos, acaba impedindo esse avanço. “Lamento profundamente essa rejeição, porque quem perde com isso é Campina Grande e os consumidores da cidade, e quem ganha são os donos de postos”, disse Alexandre.

***Conteúdo de responsabilidade da Assessoria

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo