Justiça

Entidade inaugura exposição que celebra seus 90 anos de existência e atuação

A OAB Nacional inaugurou nesta quarta-feira (18) a exposição que celebra seus 90 anos de existência. A exposição ocupa o saguão de entrada do prédio do Conselho Federal, em Brasília. Por meio de painéis dispostos ao longo do salão, o visitante faz uma viagem no tempo percorrendo os 90 anos da instituição por meio de fatos institucionais e históricos que tiveram a participação da Ordem. Também são revelados bastidores e curiosidades que construíram a história da OAB de 1930 a 2020. Esses detalhes são revelados ao visitante a cada passo desse trajeto entre os painéis, transformando o espaço numa vitrine histórica da advocacia brasileira.

Tão importante quanto contar sua história é encontrar nesse percurso a bagagem necessária para ir além, para projetar adiante e enxergar seu papel no futuro da sociedade. Uma história que completa 90 anos carrega consigo como característica inerente a resiliência, vital para lidar com os desafios do futuro, num mundo que muda cada vez mais rapidamente, sem negligenciar o presente e as lutas do cotidiano. Porque uma história sólida se faz nas conquistas do dia a dia, mesmo no que aparenta trivialidade, mas revela-se grandioso quando colocado em perspectiva. Há 90 anos, a OAB nascia e rapidamente tornava-se parte indissociável da trajetória democrática brasileira. Transcendia seu papel fundamental de defensora da advocacia e assumia também posição como referência na proteção da sociedade e como voz constitucional da cidadania.

A criação da OAB, em 18 de novembro de 1930, foi um dos primeiros atos assinados por Getúlio Vargas. A partir de então, fez do protagonismo sua vocação, com participação determinante na luta pelos ideais democráticos. Ciente da importância do acesso à Justiça, logo após a instalação do Conselho Pleno, em 1933, e cerca de meio século antes de as Defensorias Públicas serem instituídas como órgãos oficiais, prestou assistência judiciária, promovendo a inclusão e assumindo papel central para garantir o acesso da população brasileira menos favorecida à Justiça. Aflorava desde muito cedo, portanto, a inclinação da OAB para aquilo que viria a se tornar uma de suas principais bandeiras: a defesa do direito de defesa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo