Manchetes

Alerta para a ação de falsos fiscais agindo contra comerciantes

O Procon Campina Grande recebeu uma grave denúncia sobre a existência de pessoas que estão se passando por fiscais do órgão municipal. Essas pessoas estão visitando lojas no centro da cidade com ameaças de que, após o primeiro turno das eleições, a Prefeitura Municipal vai fechar todos os estabelecimentos comerciais, implantando um novo lockdown em virtude da pandemia da Covid-19. Sobre isso o coordenador executivo do Procon Campina Grande, Rivaldo Rodrigues apresentou alguns esclarecimentos.

“Quaisquer iniciativas neste sentido são falsas. O Procon não age dessa forma, ameaçando, coagindo, pessoas. Fazemos nosso trabalho de acordo com os preceitos do Código de Defesa do Consumidor. Com o objetivo de orientar consumidores e fornecedores sobre as leis e trabalhando para o equilíbrio das relações consumeristas. Os fiscais do Procon estão indo às lojas no intuito de orientar aos comerciantes sobre as medidas de prevenção contra a Covid-19. Nesta segunda-feira foram distribuídos mais de mil panfletos educativos, com dicas de prevenção a doença para os lojistas adotarem, sobretudo no período da Black Friday, onde há um maior fluxo de pessoas nas lojas. Nossos fiscais vão uniformizados e apresentam documentação. Se o comerciante se deparar com uma pessoa se apresentando como funcionário do Procon Municipal, peça imediatamente a identificação e, se a conversa com o mesmo for neste sentido, de ameaças para o fechamento de lojas, pode ligar para nossos telefones”, asseverou Rivaldo.

A denúncia partiu de empresários do Shopping Cirne Center de que, na manhã desta segunda-feira, receberam a visita do falso fiscal que fez ameaças e usou um discurso de que, após as eleições, o comércio seria fechado e quem não obedecesse iria ser penalizado pelo Procon Municipal. Este caso já está sendo investigado e o suspeito vai responder criminalmente por isso. Se algum outro comerciante passou por situação semelhante deve contatar imediatamente o Procon, por meio dos telefones: 151, (83) 98185-8168, (83) 98186-3609, (83) 98123-0749 e (83) 3065-8980.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo