Destaques

Procon inicia Operação Black Friday

Equipes do Procon Campina Grande já estão nas ruas do comércio local realizando um trabalho educativo com os comerciantes e seus colaboradores. O objetivo dessa ação é garantir uma Black Friday tranquila, sem aglomerações e riscos de aumento no número de casos da Covid-19 na cidade. Foram distribuídos, somente nesta segunda-feira, 09, mais de mil panfletos contendo orientações aos fornecedores e dicas sobre como evitar a propagação do novo coronavírus.

“Sabemos que os comerciantes já estão tomando os cuidados necessários. Mas a Black Friday, que será no dia 27, é um dia atípico, de fluxo intenso de consumidores nas lojas em busca de preços atrativos. É também a primeira vez que ocorre num período de pandemia de um vírus que se propaga com facilidade, como é o caso do novo coronavírus. Estamos prevendo que muitas pessoas vão preferir não arriscar e realizar suas compras por via on-line. Mas, as lojas têm que se preparar para receber clientes, oferecendo condições necessárias para realizar suas compras com segurança”, explicou Rivaldo Rodrigues, coordenador executivo do Procon Campina Grande.

Entre as recomendações do Procon Municipal está a necessidade de o lojista só permitir a entrada de clientes usando máscaras. O mesmo deverá ser feito por todos os colaboradores e prestadores de serviço da loja, que devem estar com seus equipamentos de proteção. O número de clientes, no interior do estabelecimento, também deverá ser limitado até 50% da capacidade total do recinto.

Outra recomendação é de que o piso, que leva aos caixas, deve estar sinalizado com uma distância de, no mínimo, 1,5 metros entre os clientes. A loja deverá disponibilizar álcool 70% ou lavatórios, com água e sabão, para que clientes e colaboradores possam utilizar para lavar as mãos. Mais informações podem ser acessadas nos protocolos disponibilizados que foram disponibilizados no site do Procon. O acesso pode ser feito no link https://procon.campinagrande.pb.gov.br/category/cartilhas/.

Além desse trabalho educativo junto a fornecedores, o Procon está realizando pesquisas dos principais produtos colocados em oferta de preços, nesta época. “Semanalmente estamos pesquisando os preços, que serão divulgados no dia 25 deste mês, para que o consumidor possa usar como referência na hora das compras”, declarou Rivaldo.

O coordenador reforça ainda que o papel do Procon é contribuir para a efetivação das leis que protegem o consumidor, no caso o Código de Defesa do Consumidor e leis correlatas. Para isso, atua junto aos fornecedores com um trabalho educativo e de mediador de conflitos consumeristas.

Rodrigues destaca que o Procon não coage e nem age com truculência contra lojistas, clientes ou fornecedores. A meta é trabalhar para manter o equilíbrio nas relações de consumo. Segundo ele, neste período de campanha eleitoral, há informações falsas circulando e o Procon foi mais uma vítima dessas mentiras. “Na tarde de ontem, pessoas mal intencionadas se passaram por fiscais do órgão e visitaram lojas da cidade com discurso de ameaças e coerção, usando o nome do prefeito e do Procon. Eles ameaçavam os comerciantes e diziam que o prefeito iria fechar todas as lojas, após o primeiro turno das eleições. Um novo lockdown. E que o Procon iria multar e atuar os comerciantes que desobedecessem. Tudo isso é mentira”, declarou.

O coordenador do Procon afirma que a situação da Covid-19, em Campina Grande, está equilibrada, que as pessoas adotaram as medidas profiláticas orientadas pela Secretaria de Saúde do Município e estão se cuidando. Ele destaca que o prefeito já está preparando a cidade para ficar ainda mais bonita, antecipando o Natal Iluminado para antes da Black Friday, com objetivo de ajudar o comércio local a se reerguer. 

“Houve muitas perdas neste período de pandemia. Não há indícios de que vá acontecer um novo lockdown na cidade”, explicou o coordenador.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo