Pior salário: Márcio cobra ao Governo do Estado atender aos pleitos dos policiais

O vereador Marcio Melo Rodrigues, da Câmara Municipal de Campina Grande, cobra do Governo do Estado o atendimento dos pleitos dos policiais militares e civis da Paraíba, que, realizam excelente trabalho arriscando a vida em favor da segurança da população. Para o parlamentar, é inadmissível que o Governo se escuse a atender as justas reivindicações dos policiais.

As Polícias Civil e Militar da Paraíba estão em estado de ‘greve branca‘. Os policiais aguardam que o Governo do Estado conceda reajuste salarial maior que os 5% anunciados para servidores estaduais, exceto professores que tiveram aumento de 12,84%.

Apesar de várias reuniões com o Governo do Estado, policiais civis, militares e Corpo de Bombeiros resolveram permanecer acampados defronte ao Palácio da Redenção, até que uma solução seja encontrada.

De acordo com Márcio, é justo o pleito dos policiais que trabalham em péssimas condições e não têm atendidas as suas necessidades básicas para a manutenção de si e dos seus familiares.

Os agentes de segurança organizaram um calendário de ações que envolvem a suspensão de investigações, paralisações de 12 e de 24h, o acampamento da Praça dos Três Poderes e a operação padrão, com redução da intensidade de trabalhos, ações e investigações a 5%.

O representante da categoria afirmou que o objetivo é garantir dignidade aos policiais que arriscam a vida pela população e, ao se aposentar, perdem metade do salário. A polícia da Paraíba é a mais mal paga do Brasil.

A proposta dos policiais e bombeiros era de incorporar 100% na bolsa desempenho em 36 meses e um reajuste de 24% pelos próximos dois anos. O Governo apresentou a proposta de incorporar 30% na bolsa desempenho em 60 meses, além de 5% de reajuste em outubro para os ativos e na bolsa desempenho.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *