Mais de 2,5 mil estudantes serão matriculados nas escolas e creches

Com estruturas amplas, modernas e inovadoras entrarão em funcionamento, no ano letivo de 2020, cinco unidades educacionais construídas no Conjunto Habitacional Aluízio Campos, inaugurado no último mês de novembro. Ao todo serão matriculados mais de 2,5 mil estudantes da educação infantil, ensino fundamental e estudantes do Programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Para a educação infantil, o Sistema Municipal de Ensino vai contar com três novas creches com capacidade para atender 250 crianças em cada uma delas. As creches dispõem de nove salas de aulas, onde funcionarão as turmas de berçários 1 e 2, maternais 1 e 2 (todos com funcionamento em tempo integral), além do pré-1 e pré-2, com funcionamento nos turnos da manhã e tarde, respectivamente.

Para o atendimento de estudantes do ensino fundamental 1 e 2 e do EJA, os moradores do Aluízio Campos terão duas escolas, cada uma delas com 12 salas de aulas, biblioteca, sala multimídia, laboratório de informática e auditório. As unidades funcionarão em três turnos, com capacidade para cerca de 1.750 estudantes.

Além das salas e de toda a estrutura para atividades pedagógicas, nas duas escolas também foram construídas uma quadra poliesportiva, em cada uma delas, para as atividades esportivas e a realização de eventos escolares. No caso das creches, as crianças também terão áreas de lazer, como parques e brinquedos para atividades de recreação.

MATRÍCULAS – Para realizar a matrícula em uma das unidades do Aluízio Campos, os pais ou responsáveis devem procurar a escola ou creche onde desejam matricular a criança. O prazo será no período de 18 até 27 de dezembro e deverão ser apresentados os seguintes documentos: duas fotografias 3×4; cartões do SUS e do Programa Bolsa Família; CPF e carteira de identidade da criança ou do adolescente; transferência ou declaração da escola de origem (válida por 30 dias); carteira de vacinação atualizada; número do NIS (para crianças de 0 a 48 meses); cópia da certidão de nascimento, do comprovante de residência e, se for o caso, do comprovante de guarda ou tutela.

Para efetivar a matrícula também é preciso anexar, na documentação, o laudo médico no caso de estudantes com referência à Classificação Internacional de Doença (CID), que se encaixa no público alvo da educação especial. A documentação é necessária para alunos novatos e também para os estudantes que já eram matriculados em escolas e creches do município de Campina Grande.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *