OAB recebe a Caravana Nacional de Prerrogativas

A OAB Espírito Santo recebeu a Caravana Nacional de Prerrogativas no auditório sede. A advocacia capixaba participou de audiência pública para discutir a importância e a valorização do advogado a partir do respeito às prerrogativas. A reunião foi aberta pelo presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, e conduzida pela presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, Camila Brunhara Biazati Helal.

“Eu vejo essa luta não é de hoje. A visita a Vitória é importante, mas é ainda mais relevante a agenda nos municípios de Linhares e Colatina, para escutar nossos advogados do interior. Devemos lutar contra a violação dos nossos direitos. Na nossa gestão temos procurado sempre o diálogo. É necessário falar o óbvio: que as autoridades devem cumprir a Lei. Sucesso nos trabalhos e parabéns a todos vocês”, declarou José Carlos Rizk.

O presidente da Comissão Nacional de Defesa de Prerrogativas e Valorização da Advocacia do Conselho Federal, Alexandre Ogusuku, afirmou que a caravana no Espírito Santo, além de discutir as prerrogativas, vai escutar os advogados sobre as violações sofridas e ainda irá percorrer subseções em defesa dos direitos da advocacia.

O diretor de prerrogativas da OAB-ES, Eduardo Sarlo, agradeceu a presença da caravana e falou sobre a atuação da comissão. “Não temos registro de outro presidente de Comissão de Direitos e Prerrogativas que seja mulher. E a Camila está ocupando o cargo de forma muito corajosa e dedicada, e isso tem que ser reconhecido”, disse Sarlo.

A audiência contou com a presença da vice-presidente da OAB-ES, Anabela Galvão; do diretor-tesoureiro, Ricardo Ferreira Pinto Holzmeister; da diretora de Direitos Humanos, Flávia Brandão; do presidente da CAAES, Aloísio Lira; do conselheiro federal da OAB, Luiz Alochio; o secretário adjunto da Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia e secretário-geral da OABA/CE, Pedro Bruno Amorim e Vasconcelos; o membro nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Paulo Roberto Fonteles Grossi de Veiga; o procurador especial de Defesa dos Honorários Advocatícios, Bruno Dias Cândido; a procuradora nacional adjunta de Defesa das Prerrogativas, Adriane Cristine Cabral Magalhães; e a secretária da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Claudia Maria da Fontoura.

Com informações da assessoria da OAB-ES

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *