Ampliada frota de carros-pipa para atender zona rural

Na medida em que vai cessando o período chuvoso na região de Campina Grande, a Secretaria da Agricultura vem dinamizando o seu programa permanente de distribuição de água potável, com a ampliação de quatro para o número de carros-pipa, objetivando atender satisfatoriamente a população rural do município, que gira em torno de 20 mil habitantes, correspondentes cinco por cento de um contingente total de 407 mil pessoas, segundo estimativa do IBGE para 2018.

De acordo com dados fornecidos pelo coordenador do Programa de Água da Secretaria municipal da Agricultura,Humberto Leite Arnaud, o volume de distribuição de água com a zona rural começou a diminuir a partir de junho passado, quando foram abastecidas 117 cisternas, contra 184 atendidas no mês anterior. Em julho, este número baixou para 78, sendo reduzido a 38 agora em agosto.

Com as consistentes chuvas registradas nos últimos três meses na região do Compartimento da Borborema, quando barreiros, pequenos e médios açudes chegaram a encher, foi possível a redução na distribuição de água e, como resultado positivo, uma substancial economia aos cofres da Prefeitura municipal, vez que o produto é comprado com recursos próprios à Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), do Governo do Estado.

Além das famílias que vivem nos assentamentos distribuídos nas regiões dos distritos de Galante, São José da Mata e Catolé, o governo do prefeito Romero Rodrigues atende, de forma indistinta, todo e qualquer morador da zona rural que esteja necessitando de água potável, cujo pedido neste sentido deve ser feito à Secretaria municipal da Agricultura, de forma presencial ou por intermédio de um simples telefonema, sem burocracia.

Ao alertar que a Pasta da Agricultura faz um rigoroso controle na prestação deste serviço, de modo a garantir paridade na distribuição da água, o coordenador Humberto Leite Arnaud destacou a importância das higienização das cistenas, para impedir o surgimento de bactérias e a consequente contaminação dos moradores que fazem uso do produto.

Com a contratação de dois novos carros-pipa, a previsão é a de que a haja um aumento de 50 por cento no volume de água a ser levada à zona rural já a partir de outubro vindouro.Isto significa dizer que o espaço de tempo de um abastecimento para o outro deverá ser reduzido.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *