sexta-feira, dezembro 4, 2020
Home Saúde Márcio pede o mesmo tratamento dispensado ao Hospital Laureano para a FAP

Márcio pede o mesmo tratamento dispensado ao Hospital Laureano para a FAP

O vereador Márcio Melo Rodrigues, de Campina Grande, disse hoje que é imprescindível que o mesmo tratamento dado pelo Governo do Estado, por prefeitos de vários Municípios, deputados estaduais e outras autoridades ao Hospital Napoleão Laureano de João Pessoa aconteça igualmente para o Hospital da FAP, neste Município, que realiza idêntico trabalho em favor da população da Paraíba e de Estados vizinhos.

O Governo do Estado autorizou o repasse de R$ 4,2 milhões por ano para Hospital Napoleão Laureano. O hospital filantrópico, localizado em João Pessoa, é referência em oncologia e dedica 95% dos seus atendimentos aos usuários do SUS. O convênio repassará R$ 350 mil por mês.

Na Assembleia Legislativa todos os parlamentares e servidores vão abraçar a causa do Laureano, já que a unidade de saúde vem se sustentando apenas com R$ 4 milhões mensais, mesmo com uma despesa de R$ 5,5 milhões. Os parlamentares contribuem mensalmente com o Hospital e a ALPB irá ampliar essa ajuda. Foi aprovado o Projeto de Resolução 106/2019, que institui o Programa de Incentivo a Doação Voluntária de Percentual sobre Subsídios e os deputados irão doar 1,2% dos seus salários para o Laureano.

De 2015 a 2018 o Hospital Napoleão Laureano realizou 667 mil atendimentos ambulatoriais, 20 mil internações, 21 mil cirurgias, 137 mil sessões de quimioterapia, 681 mil sessões de radioterapia e 91 mil exames de diagnósticos por imagem. O saldo negativo atualmente na unidade é de R$ 2,6 milhões e recebendo apenas R$ 4 milhões.

A FAP, em Campina Grande, está também passando por enormes dificuldades como o a unidade da capital, com a defasagem de preços da Tabela SUS, sem reajuste a mais de 10 anos, provocando déficit para a Fundação em atividades importantes para a população, particularmente nos procedimentos de baixa e média complexidade, como obstetrícia.

A FAP hoje em dia é uma referência em oncologia no interior do Estado – mais de 50% dos pacientes oncológicos atendidos são de fora de Campina Grande – e está em processo de reclassificação de seu Hospital de UNACON – Unidade de Cancerologia – para CACON – Centro de Cancerologia – deverá haver todo um reposicionamento de suas atividades, passando a concentrar seus esforços em oncologia.

A instituição realizou 72.000 sessões de radioterapia, mais de 18.000 sessões de quimioterapia e mais de 24.000 sessões de hemodiálise em 2018.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Novo serviço facilita a contestação do cancelamento do Auxílio Emergencial

Novo módulo tecnológico para contestação do cancelamento do Auxílio Emergencial e da extensão do benefício foi disponibilizado no portal de Consultas da...

R$ 5 milhões para apoiar a inserção de pesquisadores em empresas incubadas

OMinistério da Ciência, Tecnologia e Inovações lançou, nesta terça-feira (24), chamada pública de R$ 5 milhões para apoiar a inserção de pesquisadores...

Campanha nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti

Um chamado para que a população participe do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, foi feito nesta terça-feira...

Classificação de risco de atividades sujeitas à vigilância sanitária é publicada

Simplificar as normas e o processo de registro e legalização de empresas no Brasil. Mais um passo foi dado nesse sentido, com...

Recent Comments

John Doe on TieLabs White T-shirt