terça-feira, novembro 24, 2020
Início Manchetes Projeto extingue plano de previdência de deputados e senadores

Projeto extingue plano de previdência de deputados e senadores

O Projeto de Lei 3565/2019 extingue o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC, instituído pela Lei 9.506/97), o regime próprio de previdência de deputados federais e senadores.

A proposta, do deputado Helder Salomão (PT-ES), tramita na Câmara dos Deputados.

A União assumirá o pagamento dos atuais aposentados e pensionistas do PSSC e também daqueles parlamentares que já cumpriram as regras atuais até a proposta se tornar lei.

Atualmente, a lei prevê aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Nesse caso, os proventos serão calculados à razão de 1/35 (um trinta e cinco avos) por ano de mandato. No entanto, é obrigatório preencher os requisitos de 35 anos de contribuição e 60 anos de idade. Saiba mais sobre as regras atuais de aposentadoria de deputados.

Para Salomão, a sociedade demanda do Congresso o fim dos tratamentos favorecidos a servidores e agentes públicos, principalmente sobre regras de aposentadoria. “Dando voz e ação a essas exigências de uma sociedade que não tolera mais privilégios, propomos o presente projeto.”

Regra de transição
Aqueles deputados e senadores que ainda não completaram as exigências para aposentadoria passarão a ser vinculados ao Regime Geral de Previdência (RGPS) ou ao regime próprio, se forem servidores públicos.

Em até 90 dias depois de a proposta virar lei, os parlamentares poderão optar se permanecessem ou não no PSSC. Quem escolher permanecer poderá escolher entre: ter a contribuição social mensal aumentada de 11% para 22%, sem encargo patronal pela União; ou manter a alíquota em 11% e reduzir pela metade a futura aposentadoria ou pensão.

O projeto revoga a possibilidade de averbação do tempo de mandato em outros mandatos eletivos municipais, estaduais ou federais, com recolhimento das contribuições correspondentes. Também acaba com a possibilidade de celebrar convênios com entidades municipais e estaduais de seguridade parlamentar.

A proposta revoga ainda a Lei 7.087/82, que instituiu o Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), regime de previdência anterior ao PSSC.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Papai Noel dos Correios será digital este ano

ONatal se aproxima e, com a chegada dele, também tem início uma das campanhas de solidariedade mais queridas do Brasil: o Papai...

Aplicativo facilitará a declaração da água utilizada

Para simplificar a vida dos usuários de recursos hídricos na hora de declarar o volume de água que utilizam, a Agência Nacional...

Expansão do Bolsa Família beneficiará cerca de 3 milhões de pessoas

O Banco Mundial aprovou empréstimo de R$ 5,73 bilhões para ajudar a garantir a expansão do Programa Bolsa Família. A medida integra...

Programas sociais evitaram que pobreza atingisse quase 30 milhões

Os programas sociais do Governo Federal evitaram que a pobreza no país subisse quatro pontos percentuais durante a crise da Covid-19. Sem...

Recent Comments

John Doe on TieLabs White T-shirt