quarta-feira, novembro 25, 2020
Início Política Incêndio? Câmara reforma a estrutura elétrica

Incêndio? Câmara reforma a estrutura elétrica

A Câmara Municipal de Campina Grande suspende as atividades por 10 dias. Será realizada uma ampla reforma de toda a parte elétrica e instalada uma subestação elétrica (225KVA) no prédio. Um laudo da empresa vencedora da licitação para realizar o serviço constatou risco de incêndio e atestou a necessidade urgente dessa reforma. Todas as sessões suspensas nesse período serão realizadas no recesso do meio do ano.

Desde o ano passado que o prédio apresentava problemas na parte elétrica, com quedas constantes do fornecimento de energia. Foi feita uma reforma inicial, mas foi constatada a necessidade de adquirir um transformador, assim como construir uma subestação elétrica para suportar toda a carga de energia que o prédio demanda.

Após o retorno do recesso parlamentar, foi feito um processo licitatório para contratar uma empresa para realizar o serviço e fornecer os equipamentos. A Eletroluz Comércio de Materiais Elétricos, de Campina Grande, foi a vencedora. Um laudo preliminar constatou vários problemas na rede elétrica, inclusive risco de incêndios, e atestou a necessidade urgente da reforma. O contrato firmado na licitação foi no valor de R$ 38.500,00.

Todas as informações sobre a licitação, inclusive o contrato, podem ser encontradas no portal da CMCG. As licitações são transmitidas ao vivo e a gravação é disponibilizada no site para posterior consulta. Esse ato de transparência é fruto de um projeto da Mesa Diretora da Casa, encabeçado pela presidente Ivonete Ludgério (PSD).

“Com exceção do plenário, todos os outros espaços da Casa estão com a fiação comprometida. O engenheiro que fez a inspeção constatou que o prédio corre risco de incêndio, principalmente na parte de baixo, onde se encontra o arquivo. Decidimos então fazer a reforma urgente, seguindo as recomendações, antes que aconteça um problema mais grave”, declarou Ivonete Ludgério.

De acordo com a presidente, não haverá prejuízo no tocante à realização das sessões, pois as mesmas serão repostas no recesso no meio do ano. “Todas as sessões que seriam realizadas nesse período serão repostas no recesso do meio do ano. Não vamos deixar de fazer nenhuma sessão, vamos apenas adiar. Após a reforma vamos também retomar as sessões à noite”, explicou Ivonete.
Dirp/CMCG

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Saúde incorpora remédio para o tratamento da esclerose ao SUS

Os pacientes que sofrem de esclerose múltipla ganham mais um aliado no combate à doença. O Ministério da Saúde ampliou o uso...

Papai Noel dos Correios será digital este ano

ONatal se aproxima e, com a chegada dele, também tem início uma das campanhas de solidariedade mais queridas do Brasil: o Papai...

Aplicativo facilitará a declaração da água utilizada

Para simplificar a vida dos usuários de recursos hídricos na hora de declarar o volume de água que utilizam, a Agência Nacional...

Expansão do Bolsa Família beneficiará cerca de 3 milhões de pessoas

O Banco Mundial aprovou empréstimo de R$ 5,73 bilhões para ajudar a garantir a expansão do Programa Bolsa Família. A medida integra...

Recent Comments

John Doe on TieLabs White T-shirt