HackFest do MPPB ganha mais uma parceria

A 3ª edição do ‘HackFest Contra a Corrupção’ do Ministério Público da Paraíba (MPPB), programada para acontecer no período de 9 a 11 de junho, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, ganhou mais um apoio na semana passada. Na última quarta-feira (12), a Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB) anunciou sua parceria para o evento.

“A Associação dos Magistrados é mais uma entidade parceira na realização do HackFest, que tem o propósito do combate à corrupção”, ressaltou o promotor de Justiça Octávio Celso Gondim Paulo Neto, coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e do Núcleo de Gestão do Conhecimento (NGC) do MPPB. O promotor é o idealizador e responsável pelas edições do Hackfest.

A AMPB considera o ‘HackFest Contra a Corrupção’ “uma das maiores experiências tecnológicas do Brasil, “um evento que reúne estudantes e profissionais em torno de uma maratona hacker de programação que envolve conscientização social, cidadania e universo digital”. Serão 30 horas de intensa competição, num espírito de colaboração, quando as equipes formadas por estudantes e profissionais se enfrentam para criar soluções surpreendentes, inovadoras e criativas.

O público alvo do evento, lembrou Octávio Paulo Neto, é a sociedade em geral, interessada no combate à corrupção, uma vez que, além da maratona de programação, o evento contará com palestras e oficinas temáticas sobre tecnologia, combate à corrupção, transparência etc. “Com a parceria, os associados da AMPB poderão acompanhar palestras que ocorrerão durante o HackFest”.

Para o evento de junho, já estão confirmadas as presenças do professor Sílvio Meira, pesquisador brasileiro da área de Engenharia de Software; de Roberto Livianu, promotor de Justiça e líder do Instituto Não Aceito Corrupção; de Rodrigo Nejm, diretor da SaferNet Brasil (ong que atua na pesquisa e prevenção a crimes de internet); e de Marlon Reis, juiz de Direito do estado do Maranhão e um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa.

Além da AMPB, o HackFest já conta com diversos parceiros, como o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), o Banco do Brasil, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o Governo da Paraíba, a Controladoria Geral da União (CGU), o Ministério da Transparência, a ong SaferNet, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), a Controladoria Geral do Município de João Pessoa, a Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), a Rede Paraíba de Comunicação (Jornal da Paraíba), o Instituto de Auditores Internos do Brasil, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), entre outros.
MP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *